Emissão Online Direto ·
10.02.2013

Quem anda à chuva não se molha!


Nem a partida que S. Pedro pregou à hora do início do corso de domingo impediu que a festa saísse à rua e se cumprisse o programa do "Carnaval mais português de Portugal". É Carnaval e ninguém leva a mal, e prova disso foram os milhares de pessoas que encheram as ruas do centro da cidade de Torres Vedras para se divertir em família.

 

Neste corso, marcado pela espontaneidade e enorme carga satírica, saíram à rua os 8 carros alegóricos que integraram o desfile, bem como mascarados, os tradicionais cabeçudos, as célebres matrafonas torrienses, os Zés-Pereiras e muitos foliões anónimos que se juntaram a esta grande festa.
O grande forte deste corso de domingo, e que atrai a curiosidade dos visitantes, são precisamente os carros alegóricos que este ano, em consonância com o tema: "Reciclagem", foram atualizados do ponto de vista da sátira política e social mas aproveitando as estruturas de anos anteriores. A par dos quatro carros alegóricos de grandes dimensões (com mais de 10 metros de comprimento), desfilaram quatro de dimensões médias (entre os 7 e os 10 metros):"Dá a volta e toca o mesmo", em que o Zé Povinho é transformado em vítima pelos primeiros-Ministros de Portugal, legislatura após legislatura; "A Máquina de Reciclagem", uma fantástica máquina que transforma "os créditos adquiridos" em "canudos credenciados"; o Carro dos Reis, que simboliza a Corte do início do século XIX; e "A Política Local" em que os eleitos locais são personagens do filme das Linhas de Torres.
A par dos carros alegóricos, da participação de Suas Altezas Reais e dos 13 carros criados por grupos espontâneos que também participaram no desfile, foram ainda conhecidos os vencedores do Concurso de Mascarados, que decorreu ontem à noite e em que participaram 40 grupos, num total de cerca de 2500 pessoas. Os vencedores foram:

1.º Prémio de Grupo, atribuído a "Bonecas de Balão" (46 elementos);
2.º Prémio de Grupo, atribuído a "As Entroikadas" (38 elementos) e "Compadres Reciclados" (78 elementos);
1.º Prémio do Público, atribuído a "Bonecas de Balão";
2.º Prémio do Público, atribuído a "As Entroikadas";
3.ºPrémio do Público, atribuído a "Pararricotucanopinó ao surf-ó-banhó" (71 elementos);
O Prémio da Real Confraria do Carnaval de Torres foi atribuído ao grupo "Só com fatura", composto por 43 elementos.

 

Para amanhã, 12 de fevereiro, o programa do Carnaval de Torres Vedras contempla a realização do Baile de Máscaras Tradição, que contará com a presença de cerca de 1000 seniores do concelho (a realizar na Expotorres, a partir das 14h30); e à noite realizar-se-á o Corso Trapalhão, onde a espontaneidade é a palavra de ordem. Os carros alegóricos iluminar-se-ão pela primeira vez e contaremos, também, com o regresso de um antigo ícone do Carnaval de Torres: o Cocote!